logo-cabecalho-site-refu-v3_v2.png

CIRCUITO AUTOGUIADO FURNAS DO PASSO DO PUPO

 

   Caminhada em forma de circuito (ida e volta por caminhos diferentes), com 5,4 km de extensão e dificuldade leve superior.Esse roteiro passa pelas 4 Furnas do Passo do Pupo (Furnas Gêmeas, Furna do Anfiteatro e Furna Grande).

03 creditos.jpeg

Créditos: Michele Floriani

   A caminhada inicia no Refúgio das Curucacas, seguindo pela trilha de cor amarela por um "val"(fundo de vale), onde fica o totem 1 (imagem acima) e o primeiro passador de cerca (colchete).

WhatsApp Image 2021-08-06 at 3.20.59 AM (6).jpeg

   A partir daí, segue-se pela trilha de sinalização amarela até chegar nas Furnas GÊmeas.

   As Furnas Gêmeas são poços de desabamento, assim chamadas pela sua proximidade, separadas somente por uma espécie de "ponte de pedra". O grupo mineral encontrado nas Furnas do Passo do Pupo é o Arenito Furnas. A Furna 1 (mais ao fundo, na imagem abaixo) possui 38m de profundidade e a Furna 2 possui 54m. Boa opção para o pôr do sol, contemplação da paisagem, biodiversidade, geodiversidade e observação de aves.

Captura de tela de 2019-05-03 13-35-52.redimensionado.png

Créditos: Alv's Garage

   A visitação autoguiada é permitida somente na parte externa das Furnas, dada a sensibilidade da vegetação e riscos envolvidos. Para a visitação ao interior das Furnas, oferecemos um produto de experiência geoturística, a Imersão nas Furnas. Esse roteiro permite um contato ainda mais íntimo com a biodiversidade e geodiversidade de nossa região.

   A biodiversidade da região pode ser apreciada na fauna e flora. diversas espécies de aves podem ser observadas, e com sorte, alguns mamíferos terrestres. Abaixo é mostrado o mini guia de aves do PARNA dos Campos Gerais, produzido pelo LabTAN / UEPG em parceria com o ICMBio.

Créditos: Mini guias de Aves (LabTAN / UEPG e ICMBio).

Duas primeiras imagens de aves (Laertes Soares) e duas últimas (Guilherme Forbeck)

   Além da fauna, diversas espécies de flora podem ser vistas na região, desde belas araucárias e imbuias até espécies de campo rupestre, como a rainha do abismo, petúnias, bromélias, orquídeas, além das endêmicas pixiriquinha e o cacto-bolinha, ameaçado de extinção.

Créditos: UEPG / ICMBio (mini guia de vegetação). Guilherme Forbeck (fotos)

   Após a visitação nas Furnas Gêmeas, segue-se pela trilha azul até o Totem da Furna Grande, que direciona @s caminhantes para a respectiva Furna.

   A Furna Grande é um poço de abatimento (ou poço de desabamento) com 72m de profundidade e cerca de 400m de diâmetro. Sua face leste é rica em afloramentos do Arenito Furnas, com diferentes colorações e tonalidades. Abriga diversas espécies de aves, possui uma floresta de araucárias em seu interior e campos sulinos em seu entorno imediato.

 

   Assim como nas Furnas Gêmeas, a Furna Grande é uma ótima opção para o pôr do sol, contemplação da paisagem, biodiversidade, geodiversidade e observação de aves. Deve-seter cuidado para não pisar na sensível vegetação de campo rupestre do alto da Furna.

Créditos: Laertes Soares / Guilherme Forbeck

  O retorno ao Refúgio das Curucacas é feito pela trilha de cor branca, que tem a maior parte do traçado em contato com a mata nativa. A trilha margeia a Furna do Anfiteatro (onde pode ser avistada uma feição relacionada ao fenômeno "piping") e passa por dentro de um bosque que chamamos de banho de floresta*.

 

* A técnica, que vem do japonês "Shinrin Yoku", propõe uma experiência meditativa, de silêncio, observação e trocas entre a pessoa e a natureza. Atualmente, a técnica é usada como forma de medicina preventiva, tendo mostrado resultados na diminuição de cortisol, o principal hormônio causador do estresse, e da pressão arterial, além de melhorias na concentração e imunidade.

Créditos: Guilherme Forbeck

   Mais próxima do Refúgio, a trilha margeia o corredor do Rio Quebra Pedra (rio que forma a cachoeira do Buraco do Padre). Há um trecho sinalizado com fitas refletivas vermelhas, que sinalizam a presença de abelhas; nesse trecho o silêncio é importante.

Créditos: Guilherme Forbeck / Alessandro Chagas

   Abaixo é mostrada uma galeria, com 3 imagens, sendo: mapa do circuito, planilha com o percurso de cada pequeno trecho e a classificação básica FEMERJ / CBME:

   Disponibilizamos abaixo o mapa do app wikiloc e o QR Code para habilitar a trilha em seu app.

Powered by Wikiloc
Captura de tela de 2022-04-05 19-33-58.png

Material mínimo para a caminhada:

 

- Calçado fechado;

 

- 1,5L de Água para beber;

 

- agasalho para frio;

 

- corta vento ou outro tipo de agasalho impermeável;

 

- boné / chapéu;

 

- protetor solar;

 

- Repelente de insetos;

 

- Lanterna;

 

- medicamentos de uso pessoal;

 

- máscara para uso e sobressalente (em saco plástico exclusivo);

 

- seu frasco de álcool gel 70%;

 

- saco de lixo.

INFORMAÇÕES GERAIS:

 

Percurso total: 5,4 km

 

Tempo médio: 01:40 h de caminhada + tempo de contemplação

 

Classificação básica de dificuldade (CBME / FEMERJ): leve superior

 

Estão incluídos:

- day-use no Parque;

- operadora credenciada CADASTUR;

- equipe de monitoramento;

- EPI para aventura segura: perneiras;

- material de interpretação (mini guias de aves e de vegetação de campo rupestre)

- seguro aventura, facultativo.

 

contatos para informações:

- telefone / whatsapp: 42 99930-5500

- email: contato@refugiodascurucacas.com.br

 

   A previsão do tempo pode ser visualizada em nosso site, bem como imagens do radar do SIMEPAR.