Refugio_das_Curucacas_logo_v2_curucacas_texto_bco.png

FURNAS DO PASSO DO PUPO

   As Furnas do Passo do Pupo fazem parte do Parque Nacional dos Campos Gerais, sendo o ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) o órgão gestor da Unidade de Conservação Federal.

 

   Em consonância com o decreto do prefeito de Ponta Grossa, as Furnas do Passo do Pupo voltaram a receber visitantes em 08 de agosto de 2020, após suspensão da visitação pelo ICMBio, por conta da pandemia COVID-19. 

Selo-sem-fundo-e-sem-sombra.png

   Furnas são orifícios crateriformes, "poços de desabamento" formados pela circulação de água subterrânea através de fraturas. Possuem grande importância ecológica, já que conduzem água em profundidade, recarregando o Aquífero. Apresentam microclima diferenciado, mais fresco que a parte externa, dada a presença de sombra, árvores e umidade.

 

   Existem diversas Furnas em nossa região, sendo que a grande maioria delas encontra-se dentro da chamada Depressão de Vila Velha, na qual o nosso Povoado Passo do Pupo está inserido. No Passo do Pupo, observam-se diversas feições de abatimento, sendo que as principais são as Furnas Gêmeas e a Furna Grande, que são furnas "secas", por ainda não terem atingido o aquífero. 

   São locais interessantes para contemplação da paisagem, o belo pôr do sol, observação astronômica, observação da biodioversidade (fauna e flora locais), geodiversidade e atividades ao ar livre (caminhadas por trilhas interpretativas, esportes e turismo de aventura).

WhatsApp Image 2020-08-12 at 10.45.45 PM.jpeg

Créditos: Laertes Soares

   A visitação nas Furnas do Passo do Pupo inicia no receptivo (Refúgio das Curucacas Ecoturismo, no Passo do Pupo), onde é preenchido um Termo de Conhecimento de Riscos e repassadas importantes informações sobre a visitação nos atrativos.

   Clicando no botão abaixo, você pode baixar, ler previamente o Termo de Conhecimento de Riscos, e para ganhar tempo, já trazê-lo impresso e preenchido (precisamos somente das páginas 1 e 2 impressas).

   A visitação pode ser feita por trilhas ecológicas, guiadas ou autoguiadas, ou ainda pode ser feita a aproximação com veículo até as áreas de estacionamento, no interior da fazenda.

 

   A taxa de visitação é de R$ 10,00 por visitante.

 

   A visitação autoguiada é permitida somente na parte externa das Furnas, dada a sensibilidade da vegetação e riscos envolvidos. A visitação na parte interna é feita com nossos guias e condutores, preparados para apresentar a você essas belezas, com toda a segurança e respeito ao ecossistema, mediante agendamento prévio.

 

   As caminhadas autoguiadas são mostradas abaixo:

- Trilha Refúgio x Furnas GÊmeas (3 km);

- Trilha Refúgio x Furna Grande (4 km);

- Circuito Furnas do Passo do Pupo (5,4 km).

 

   Os melhores horários para caminhar são:

- Em dias quentes: início e final do dia (o pôr do sol é lindo nas Furnas Gêmeas e Furna Grande);

- Em dias frios: qualquer período do dia (trazer agasalho, porque nossa região é mais fria que a cidade de Ponta Grossa).

 

   Para conhecer mais sobre cada uma das Furnas do Passo do Pupo, clique na respectiva imagem, abaixo:

FURNAS GÊMEAS

FURNA GRANDE

Créditos das fotos: Cauê Quadros (Alv's Garage)

   Depois da visitação, recomendamos visitar o histórico Povoado Passo do Pupo. O Povoado conta com a Capela Bom Jesus, que tem missa aos domingos, parquinho para as crianças e algumas festas tradicionais, como a Festa do Nosso Senhor Bom Jesus. O Povoado tem serviços, como a serralheria e lanchonete-container do Paraílio, a borracharia do Sandro, o Erasmo Construtor, a Mercearia da Nara (com boa diversidade de itens e excelente atendimento), o Bar Bom Jesus e o trailer de lanches da Geisely.

 

   Para quem segue para a Cachoeira da Mariquinha, recomendamos a Lanchonete Dolina's Lanches, que, além do excelente atendimento, serve aquele lanche no capricho e chopp bem gelado.